A má sorte do gato preto Categoria: Gato | 19 de Outubro de 2011 | Por: Aline Ailetos 8

Navegando pela web, encontrei este artigo no blog da ASPCA no qual, aproveitando-se a proximidade do Halloween, abordou-se o preconceito sofrido pelos gatos pretos. Nele lê-se que gatos pretos não dão azar e inclusive culturas como a japonesa consideram que eles trazem sorte aos donos. Estes bichanos também não são do mal apesar de suas peripécias, que são comuns a todos os felinos. E apesar de serem apenas gatos como todos os outros, sem poderes ocultos ou qualquer vínculo com feitiçaria, eles encalham nos abrigos, ONGs e casas de protetores. São apenas vítimas da ignorância humana.

Não é segredo para ninguém que eu adoro gatos pretos. Tenho duas pretinhas e me sinto a pessoa com a maior sorte do mundo por tê-las em minha vida. Por este motivo, inclusive, eu escolhi o gato preto como representante dos felinos para figurar no site, basta conferir o logotipo. No entanto, nem sempre foi assim e ler o artigo me fez pensar na questão da rejeição de gatos por conta da cor dos seus pelos.

Meus gatos não foram encontrados por mim diretamente nas ruas, adotei-os através de protetores. Desta maneira, eu tive um certo poder de escolha, a qual consistia em um “sialata lynx point”. Achava lindo aquele bicho branco “encardido” com listras escuras realçando o par de olhos azuis. Durante o processo de procura do gato, acabei lendo diversas sugestões para se ter dois gatos. Logo decidi adotar dois e como um seria o gato de minha preferência, o outro seria qual aparecesse.

Era muito provável que o primeiro que eu encontraria seria um pretinho, que é dos mais encalhadinhos. Então, fui apresentada a duas pretinhas irmãzinhas pelas quais eu me apaixonei instantaneamente. E mesmo elas sendo aquelas duas criaturinhas de pelos secos e arrepiados (cabeçudas e de olhos grandes, que deixaram minha mãe sem palavras quando as viu, considerando-as… simpáticas depois de minutos de silêncio constrangedor) elas pareceram lindíssimas a mim. Fiquei com as duas e após pouco tempo de escovação e boa alimentação elas se tornaram verdadeiras beldades de pelagem negra e brilhante realçando os iluminados pares de olhos amarelo-esverdeados de uma e amarelo-amarelados de outra.

Estas pretinhas preencheram meu coração, tornei-me babona, perseguia as duas pela casa com a máquina em mãos fazendo fotos e vídeos. Quase esqueci da vida… e do sialata. No entanto, logo me deparei com a foto de um “encardidinho tigrado” de olhos azuis, que hoje eu acredito que de sialata ele não tenha nada, posto para adoção e percebi que ainda cabia mais um. Adotei-o e, para minha surpresa, o encantamento inicial não foi tão grande quanto o que senti pelas pretinhas. Não que eu não o tivesse achado lindo, apenas minhas expectativas eram diferentes. Hoje, considero os três igualmente lindos.

 

Tudo muito bonitinho, mas aonde eu quero chegar?

É natural que nós todos tenhamos nossos gostos e prefências e que os apliquemos na escolha do nosso animal de estimação. Porém, muitos animais são rejeitados, ignorados e abandonados apenas pela cor dos seus pelos. Muitos felinos de várias cores são rejeitados, este não é um “mérito” apenas dos pretinhos. No entanto, eles tiveram o azar de serem perseguidos por conta de crendices estúpidas existentes absurdamente até hoje em muitas mentes atrasadas.

Eu tinha minha preferência quando estava procurando por animais de estimação, mas não deixei que isto fosse determinante na escolha deles. Com isso, tive muita sorte de encontrar estas duas pretinhas que me fizeram abrir os olhos para estes seres tão belos, o que me fez enxergar a beleza de todos os bichanos. Se um dia eu puder ter mais gatos, estes poderão ser brancos, pretos, amarelos, laranjas, cinzas, azuis, bicolores, tricolores, peludos, pelados, enfim, hoje posso dizer que minha preferência é gato, pois todos são lindos e merecem todo o carinho e cuidados e um dono para chamar de seu.

Aline Ailetos

Blog | Twitter | Facebook | Google+

Introvertida, observadora, bióloga de formação. Apaixonada pelos bichos de estimação e sensibilizada pela causa animal. Defensora da guarda responsável de animais domésticos.

© Meu dono é o bicho - Todos os direitos reservados.
Não é permitida a cópia parcial ou total deste texto. Plágio é crime previsto pela Lei nº 9610/08.

8 Comentários

  1. 23 de Outubro de 2011 às 12:48 am
    Simone

    Perfeito o seu enfoque! Também adoro os pretinhos. Todos os dias cruzo com dois gatos pretos (África e Atum) que moram comigo, rs e nem por isso sou azarada. Muito pelo contrário! Só acho uma coisa… quem gosta de verdade não se importa com a cor da pelagem.

    • 23 de Outubro de 2011 às 11:30 am
      Aline Ailetos

      Poxa, escrevi tanto e você resumiu o que eu queria dizer em uma linha! rs
      Realmente quem gosta não se importa com a cor dos pelos.

  2. 9 de Setembro de 2012 às 9:42 am
    VERA NOVAIS

    TAMBÉM TENHO DUAS PRETINHAS IGUALZINHA ESSA DA FOTO. PEPE E NENE. SÃO MINHA VIDA E MINHAS COMPANHEIRAS, MINHAS FILHINHAS. AMO GATOS … BJS

    • 9 de Setembro de 2012 às 8:45 pm
      Aline Ailetos

      Oi Vera,
      Obrigada pelo comentário! Também amo minhas pretinhas, meu branquelo e os gatos de maneira geral. Abraço!

  3. 13 de Fevereiro de 2013 às 12:11 pm
    Priscilla

    Gatos são realmente tudo de bom. Tenho 2 gatinhas pretinhas, a Pitty e a Pepê, lindas e maravilhosas, e sem deixar de falar do meu lindo macho chamado Preto!!!! Fora eles…. tenho mais 3 clarinhos e lindos também! Todos encontrados abandonados na rua… é uma pena ver pessoas sem coração… mas não tem problema, não, o meu é enorme e todinho deles. Rsrsrs

    • 14 de Fevereiro de 2013 às 9:19 am
      Aline Ailetos

      Olá Priscilla,
      Imagino que fofuras que são todos os seus gatos! Minhas duas pretinhas e meu clarinho também são resgatados da rua e também tenho um coração enorme todo deles… hehe! Obrigada pelo seu comentário, sempre fico feliz quando as pessoas demonstram seu carinho pelos bichanos!

  4. 16 de Fevereiro de 2013 às 10:30 pm
    Bi@

    ahahahahah, pra mim foi totalmente ao contrário d vc! Não procurei em ONGs d adoção, pq existe mta gente comum p aí q está doando os filhotes da sua gata não-castrada e acho q estes tb precisam d bons lares….queria sim um gato, preto e macho e acabei adotando duas irmãzinhas brancas sialatinhas! Ahahaha, mas quem sabe daqui um tempinho eu tb tenha a boa sorte d ter meu gatinho preto d olhos verdes? Ahahahah….a vida as vezes nos reserva surpresas né? Parabens pelo blog, bjs….

    • 19 de Fevereiro de 2013 às 9:17 am
      Aline Ailetos

      Olá Bi@,
      Realmente tem muitos filhotes sendo doados por pessoas comuns e todos os gatos, independentemente da origem, precisam de bons lares! Parabéns pela adoção das irmãzinhas e tomara que você encontre seu pretinho também! Obrigada pelo comentário, bjs.

Comentar

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados por *

*
*