Adeus bicho velho Categoria: Abandono | 12 de Dezembro de 2011 | Por: Aline Ailetos 1

Fim de ano, viagem e festas fazem o abandono de animais de estimação crescer. Considere sempre outras possibilidades, como deixar o cachorro ou o gato em hotelzinho, levar junto na viagem, pedir a alguem para cuidar em casa. Nunca considere abandonar!

Daqui 20 dias mais um ano terá terminado. Dezembro parece ser um mês difícil para os seres humanos. O cansaço de um ano todo de trabalho se acumula e não vemos a hora de chegarem as festas, as celebrações com a família e com os amigos e as viagens que foram programadas e aguardadas durante todo o ano. Após estes eventos, toda a nossa fadiga milagrosamente se esvai e estamos prontos e fortalecidos para enfrentar o novo ano que se inicia. No entanto, ainda restam 20 dias e vale lembrar que dezembro é particularmente um mês difícil para os seres humanos. E este mês, algoz de todos os anos, só não é mais difícil para os homens do que é para os animais de estimação. Pois enquanto celebramos, muitos bichos que outrora tinham um lar, se encontram pelas ruas, com fome e medo dos nossos fogos de artifício.

Aquele cachorrinho, que antes era bonitinho e que foi adquirido por impulso, hoje é um grande estorvo para muitas pessoas que querem festejar ou viajar. O resultado disso é que no final do ano o abandono de animais de estimação aumenta 70%. Hoje o meu irmão levou um casal de amigos ao aeroporto e ficou responsável por cuidar do cachorro deles enquanto eles viajam. Não é difícil encontrar alguém que se disponha a cuidar do seu bicho estimação em sua ausência. Mesmo que você não tenha amigos, familiares ou funcionários que se disponham a isso, existem muitos profissionais que prestam este tipo de serviço. Ainda existem hotéis para animais de estimação e, em muitos casos, como com animais de pequeno porte, é até possível levar seu animal de estimação com você em sua viagem, bastando encontrar hospedagens que aceitem bichos.

É certo que há custo financeiro em manter seu animal de estimação aos cuidados profissionais ou em um hotel, porém se você quer viajar é isso que você tem que fazer. Abandonar seu cachorro ou o seu gato não é uma alternativa viável e configura crime de maus tratos, cabendo pena de reclusão e multa. Um bicho não é um objeto descartável e por mais que você se esqueça dele, ele provavelmente nunca se esquecerá de você. A Ivvi, minha cachorra que foi adotada depois de adulta, por mais que seja carinhosa e faça festa para a nós, em vários momentos a vemos com aquele olhar vago, como se a sentir falta de alguém ou de alguma coisa, mesmo que ela não tenha consciência disso. É de partir o coração pensar que ela muito provavelmente já foi abandonada por alguém, assim como é triste pensar que muitos animais estão nestes dias perdendo seus lares graças ao egocentrismo humano.

Para você começar um novo ano da melhor maneira possível, nada como cumprir com as suas responsabilidades, o que inclui cuidar e não abandonar o seu bicho. Tenho certeza de que pessoas que se comprometem a fazer o melhor que podem acabam sendo beneficiadas pela vida, por Deus, por Alá ou pelo Universo, principalmente nesta época de renovação de energias.

Aline Ailetos

Blog | Twitter | Facebook | Google+

Introvertida, observadora, bióloga de formação. Apaixonada pelos bichos de estimação e sensibilizada pela causa animal. Defensora da guarda responsável de animais domésticos.

© Meu dono é o bicho - Todos os direitos reservados.
Não é permitida a cópia parcial ou total deste texto. Plágio é crime previsto pela Lei nº 9610/08.

Um Comentário

  1. 15 de Dezembro de 2011 às 1:28 pm
    Simone

    Perfeito e na hora propícia esse seu post!

Comentar

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados por *

*
*