Dicas de cuidados para gatos – Saúde Categoria: Cuidados | 22 de Fevereiro de 2012 | Por: Aline Ailetos 4

Ao adquirir um gato adulto ou filhote tenha em mente que é preciso cuidar de sua saúde. Para isso é indispensável levá-lo ao veterinário para vermifugação, vacinação, eliminação de pulgas, castração e em eventuais doenças.

Ter um animal de estimação demanda alguns cuidados com a sua saúde e que são necessários também quando o assunto é gatos. Pensando nisso e em pessoas que acabaram de ganhar ou adotar um gato, seja adulto ou filhote, resolvi escrever este texto com dicas de cuidados básicos que devem ser oferecidos a estes novos bichanos.

 

Consulta Inicial

A primeira inciativa que deve ser tomada quando se adquire um novo gato é levá-lo a um veterinário. Só ele poderá avaliar o estado de saúde do bichano, indicar os cuidados iniciais com a vermifugação e com a eliminação de possíveis pulgas e dar início ao protocolo de vacinação.

 

Eliminação de pulgas

Depois que eu recebi meus gatos, eles nunca mais tiveram pulgas, mas em muitos casos é preciso tomar medidas preventivas ou de combate a estes parasitas a intervalos de tempo determinados pelo veterinário. Esteja sempre atento à presença de pulgas, pois estas podem transmitir doenças aos gatos, como a hemobartonelose.

 

Vermifugação

Com relação à vermifugação eu sempre indico que as pessoas façam o exame de fezes para avaliar a necessidade da administração do vermífugo. No caso de filhotes que nunca foram vermifugados ou gatos vindos da rua, em geral, é sempre preciso vermifugar. Para isso, o veterinário pode indicar o melhor vermífugo e se o tratamento será feito com uma, duas ou três doses a cada 15 dias. É indicado também refazer o exame de fezes a cada seis meses para avaliar a necessidade de nova vermifugação.

Leia também: Eu não dou vermífugo aos meus cães e gatos

 

Vacinação

Se o gato é filhote e ainda não foi vacinado, ele deverá tomar duas doses da vacina múltipla (tríplice, quádrupla ou quíntupla) a cada mês ou a cada 21 dias e em seguida, uma dose da vacina antirábica. Se o gato é adulto e o seu histórico de vacinas não é conhecido, possivelmente ele deverá tomar uma ou duas doses da vacina múltipla a critério do médico veterinário, e uma dose da antirábica depois de um mês ou 21 dias.

Após o protocolo inicial de vacinação é necessário levar o seu gato regularmente para o reforço das vacinas múltipla e antirábica e esta regularidade pode ser combinada com o veterinário, dependendo dos hábitos de vida do seu gato e da sua consequente exposição aos agentes causadores da doença.

Leia também: A importância da vacinação

 

Castração

Se você adquiriu um gato não castrado, providenciar a sua castração é uma das primeiras e mais importantes medidas a serem tomadas. No caso do filhote, quanto mais cedo ele for castrado, e de preferência antes que ele atinja a maturidade sexual, melhor. Além de evitar a prenhez indesejada, o que contribui para o abandono e o aumento populacional de gatos de rua, a castração evita os comportamentos de cio nas fêmeas e a demarcação de território e agitação nos machos quando sentem cheiro de uma fêmea no cio. Ainda, gatos castrados têm menores ou inexistentes chances de desenvolverem tumores de mama, testítulos e infecções de útero.

Leia também: Subindo pelas paredes

 

Consultas Regulares

É interessante levar seu gato pelo menos uma vez ao ano ao veterinário para uma consulta, eventuais exames de rotina e vacinação. Esteja sempre atento ao seu gato e à qualquer mudança de comportamento talvez seja necessário levá-lo a uma consulta veterinária, pois gatos só demonstram que estão doentes quando o quadro já está avançado.

Leia também: Gatos aparentemente saudáveis

Cuide bem do seu bichano e tenho certeza de que vocês serão muito felizes!

Aline Ailetos

Blog | Twitter | Facebook | Google+

Introvertida, observadora, bióloga de formação. Apaixonada pelos bichos de estimação e sensibilizada pela causa animal. Defensora da guarda responsável de animais domésticos.

© Meu dono é o bicho - Todos os direitos reservados.
Não é permitida a cópia parcial ou total deste texto. Plágio é crime previsto pela Lei nº 9610/08.

4 Comentários

  1. 6 de Março de 2013 às 10:41 am
    Cacilda

    Aline, como peguei o gato na rua ja adulto, o vermigel ele tomou a 1ª vez com o veterinario, a 2ª vez tive que leva-lo ele morde e não toma o remedio.
    Unhas> tentei cortá-las mas é missão impossivel ele não deixa, vou ver se consigo com meu filho no fim de semana, ele segura ..observação se o gato não morder..
    Queria pelo menos conseguir cortar a unha dele, pq toda vez que levo ele no veterinario ele vem com pulgas.
    Agora ele tá fofo, faço escovação todos os dias e o pelo parece veludo.
    Então Aline, pq quando saio com o gato p leva-lo ao veterinario ele fica com pulgas?
    Vou castrá-lo em maio, meu filho sai de ferias e fica mais facil pq ele leva, busca e caso tenha necessidade de voltar ao veterinario ele esta aqui p leva-lo.
    Aqui na minha city nenhum taxista transporta gatos, e olha que ja levei meu periquito tuim varias vezes no veterinario e nao tive problemas com taxis.
    Percebi q existe um preconceito muito grande em relaçao aos gatos, infelismente.

    • 7 de Março de 2013 às 9:51 am
      Aline Ailetos

      Oi Cacilda,
      Dar remédios a gato e cortar as unhas são realmente bem difíceis, principalmente se ele não foi acostumado de filhote. Eu corto as unhas dos meus, faço isso desde que são filhotes e mesmo assim eles tentam fugir. O que ajuda um pouco é pegá-los quando estão meio sonolentos, mesmo assim tenho que ser rápida! Uma das minhas gatas ameaça me morder também, mas nunca chegou a machucar.
      Sobre as pulgas ele deve pegar na rua ou mesmo no veterinário, pois provavelmente vão muitos animais com pulgas lá. Seria interessante conversar com o veterinário a respeito disso.
      E o preconceito contra gatos existe mesmo! Você transporta seu gato com caixa de transporte? Se sim não vejo motivo para um taxista não querer levá-lo.

  2. 7 de Março de 2013 às 10:31 am
    Cacilda

    Bom dia , Aline,
    Sim é em caixa de transporte para gato!
    O periquito levei 4 vezes e não tive problemas , ele foi na gaiola, e tds os taxistas ficavam encantados com ele.
    Agora o gatinho levei uma vez de taxis..taxista foi resmungando, e disse ah minha senhora se soubesse q era um gato nem tinha vindo.
    Na volta foi um sufoco, eu falei p um menos nervosinho, pago o dobro..foi q ele me trouxe .
    Entao agora só levo de sabado, meu filho está em casa , me leva e depois me busca..ele fica dando volta com o carro, pq agora é só para cortar unha.
    Sobre as pulgas conversei com o veterinario, ele me disse q como tá sempre cheio de gatos e cachorros p tomar banho, vacinas etc ele vai pegar pulgas msm, e como está muito quente só dele sair do apto e entrar no carro ja pega pulga, disse ser pulga de animais.
    Fico triste pq saio com ele tão limpinho e volta com pulgas, usei um produto no apto para ovos de pulgas, produto veterinario, pq meu apto é taco na sala e quartos, o gato ficou na area de serviço , era p ficar 2 hs , mas coloquei a cadeira q ele gosta e deixei 6 hs .
    Ele ficou triste, pq adora dormir na sala, mas foi p o bem dele..depois qdo ele veio p sala, pulou na cadeira ficou magoado e dormiu.
    Aline qdo meu filho viaja a trabalho o gatinho dorme abraçadinho com o chinelo do meu filho, e fica magoado olhando p a porta esperando ele chegar.
    Qdo ele chega, o gato esnoba, fica indiferente e qdo meu filho menos espera ele morde a mão dele com força.
    Ele mostra e fala , poxa gatinho vc fez dodoi na minha mão olha aqui o dodoi ..ele fica sem graça e vai agradar meu filho.
    Gato é diferente msm de cachorro, se fosse um cachorro faria festa, o gato mostra o qdo ficou chateado com a ausencia dando uma mordida..
    Acho o maximo a autenticidade do gato
    Desculpa, qse fiz um post, mas vou lembrando e vou te contando (escrevendo)
    Obrigada pela ajuda
    Abraços

    • 8 de Março de 2013 às 10:13 am
      Aline Ailetos

      Olá Cacilda,
      Sim, gatos são autênticos… e geniosos… rs! É por isso que sou apaixonada por eles!
      Abraços.

Comentar

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados por *

*
*