Eu não dou vermífugo aos meus cães e gatos Categoria: Cuidados | 29 de Setembro de 2011 | Por: Aline Ailetos 2

Muitos veterinários recomendam que seja feita a vermifugação dos animais domésticos regularmente. Dependendo dos hábitos e do ambiente em que o animal vive, pode ser recomendado que ele seja vermifugado com maior ou menor frequência, como uma vez ao ano, ou a cada seis meses, ou mesmo a cada três meses.

A contaminação por vermes pode ser fatal aos nossos animais, dependendo do grau de infestação. As verminoses muitas vezes são transmitidas entre os animais e o homem e podem, inclusive, ser bastante nocivas a nossa saúde também. Dessa forma, é extremamente importante que se faça o controle das verminoses através da adequada higienização do ambiente em que nós e os nossos bichos vivemos e através da utilização de vermífugos adequados a cada verminose apresentada e a cada espécie.

No entanto, como em todo caso de utilização de medicamentos, é necessário que esta seja prescrita por um médico ou médico veterinário e apenas quando necessário, uma vez que os medicamentos podem ocasionar variados graus de intoxicação, dependendo do estado de saúde e do efeito cumulativo do composto no organismo. E não são raros os casos de animais intoxicados por vermífugos, principalmente quando filhotes ou debilitados.

Se o seu bicho apresentar sintomas como vômitos, diarréias, alterações nas fezes, palidez nas mucosas ou o comportamento de esfregar o ânus no chão ele pode estar com vermes. Porém, em muitos casos, as verminoses podem ser assintomáticas, sendo necessário o acompanhamento regular. Assim, antes de vermifugar seu animal de estimação peça para que o médico veterinário realize um exame de fezes. Este geralmente é até mais barato do que o medicamento e certifica se é realmente necessária a administração do vermífugo. Neste último ano eu não precisei dar vermífugo nem para os cachorros nem para os gatos pois os exames não acusaram nenhuma verminose. Além de não ter de enfrentar o que há de mais legal no cuidado com os animais (e gatos adoram comprimidos!), não dei remédios a eles desnecessariamente.

Aline Ailetos

Blog | Twitter | Facebook | Google+

Introvertida, observadora, bióloga de formação. Apaixonada pelos bichos de estimação e sensibilizada pela causa animal. Defensora da guarda responsável de animais domésticos.

© Meu dono é o bicho - Todos os direitos reservados.
Não é permitida a cópia parcial ou total deste texto. Plágio é crime previsto pela Lei nº 9610/08.

2 Comentários

  1. 5 de Setembro de 2012 às 10:13 pm
    cristiane

    Boa noite,preciso da ajuda de vocês. Minha filha achou um gato na rua ha 9 meses, levei ao veterinario no primeiro mês de vida.tomou vermifugo depois ficou bem ,mas de um tempo pra cá estão saindo vermes pequenos pelo ânus .comprei um vermifugo no pet shop mas não sei a dosagem que devo dar o nome é [conteúdo editado] comprimidos. não posso levá-lo ao vet agora pois não tenho como pagar. obrigada

    • 7 de Setembro de 2012 às 9:59 am
      Aline Ailetos

      Olá Cristiane,

      Somente o veterinário poderá indicar a dosagem adequada, além de o melhor vermífugo a ser administrado dependendo da infestação do seu gato. Tente negociar o pagamento com um veterinário da cidade, muitos facilitam o pagamento e muitos ainda atendem a baixo custo. Não deixe de cuidar do seu gato, pois a infestação por vermes pode ser grave.

      Procure manter seu gato dentro de casa e as chances de ele contrair vermes diminuem muito. Boa sorte!

Comentar

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados por *

*
*