Pug – Raças de Cachorro Categoria: Raça de cachorro | 31 de Janeiro de 2013 | Por: Aline Ailetos 28

O Pug é uma raça de cachorro de popularidade crescente no país. Se você está pensando em comprar ou adotar um cachorro adulto ou filhote de Pug, conheça suas principais características comportamentais e físicas e as principais doenças que comumente ocorrem nesta raça e veja se este é o cão ideal para você, sua família e sua casa.

Adquirir um Pug como seu cachorro de estimação exige muita consciência e responsabilidade, uma vez que não estamos falando de um objeto e sim de uma vida, que é dependente e que se apega às pessoas com quem convive. Este é um compromisso de vários anos e você deve estar preparado para garantir todos os cuidados necessários durante todo este tempo.

Leia também: Você quer mesmo ter um animal de estimação?

É importante considerar, ainda, que o Pug é apenas uma das diversas raças de cães e que para a escolha de uma é muito importante conhecer todas as suas características e necessidades para poder decidir se o Pug será o mais compatível com você e com o que você pode oferecer a ele. Não escolha um cachorro Pug apenas pela sua aparência e jamais tenha um cachorro de raça por moda ou por status.

Leia também: A escolha do seu gato ou cachorro de raça: comece por aqui

Então você está pensando em adquirir um cachorro da raça Pug? Leia o texto abaixo e conheça um pouco mais sobre esta incrível raça de cachorro.

  1. Histórico
  2. Personalidade e Comportamento
  3. Características Físicas
  4. Doenças comuns à raça
  5. Adquirindo um Pug

pug

Histórico

Especula-se que a raça Pug tenha se originado no Oriente, mais especificamente na China, onde os cães de nariz arrebitados eram sempre favorecidos.

A raça chegou à Europa através de comerciantes holandeses por volta do século XVI e passou a ser bastante admirada nos Países Baixos. Da Holanda, o Pug foi levado à Inglaterra durante o reinado de Guilherme III, sendo os ingleses os responsáveis por definir o padrão atual da raça.

Os Pugs eram bastante apreciados pelos monarcas e nobres de vários países europeus, sendo um símbolo de riqueza e ostentação. Um exemplo era a esposa de Napoleão Bonaparte, Josefina, que tinha um cachorro Pug, o qual não se simpatizava muito com o imperador francês.

Atualmente, a raça tem considerável popularidade no mundo, inclusive no Brasil.

 

Personalidade e Comportamento

caracteristicas pug

Crédito: Tony Abrego

Quando filhote, o Pug costuma ser brincalhão e desajeitado, mas depois de adulto, em geral, a raça é calma, apegada ao dono, bem humorada e amigável, tanto com pessoas quanto com outros animais de estimação, seja cachorro ou gato. No entanto, por ser bastante apegado, o Pug costuma ter muito ciúmes do dono com outros animais de estimação.

É muito raro um cachorro da raça Pug fazer travessuras e ele passa a maior parte do seu dia dormindo (e roncando!). Por ser calmo e pequeno, o Pug pode ser criado em espaços reduzidos, sendo indicado para apartamentos. Ainda, a raça não exige muitos exercícios físicos, apenas passeios diários curtos em horáris mais frescos.

Um cuidado importante a ser tomado é o de não mimar muito um Pug, pois a raça é, de maneira característica, teimosa e manipulativa. Os donos devem ser firmes ao dar ordens e devem ter um pouco de paciência ao educar seus cães.

 

Características Físicas

O Pug apresenta uma forma quadrada e robusta e tem uma estrutura compacta e uma musculatura rija. Uma característica marcante e que traz grande simpatia à raça é a presença de olhos escuros e relativamente grandes, transmitindo uma expressão doce e afetuosa.

O Pug também tem um focinho curto e quadrado. Por isso, possui um latido característico, rouco e curto, e pode apresentar chiados ao respirar, chegando às vezes até a roncar. Ainda, uma outra característica do Pug ocasionada pelo focinho é babar constantemente.

A pelagem do Pug é macia, lisa, fina, curta e brilhante e não exigem cuidados especiais de higiene. As cores características da raça são prata, abricó, fulvo e preta, sendo a região facial sempre preta. O peso padrão do Pug varia de 6,3 kg a 8,1 kg, porém ele deve ser um cão musculoso e não obeso. Para evitar a obesidade, são aconselhados pequenos passeios diários em horários mais frescos.

 

Doenças comuns à raça

obesidade pug

Crédito: Pets Adviser

Cachorros de raça em geral tem maior predisposição a determinadas doenças se considerar a população total de cães. Isto ocorre graças à intervenção humana na reprodução destes animais, o que é chamado de seleção artificial. Para entender o que esta seleção pode promover leia o texto “Considere os problemas das raças de cães e gatos“.

Uma doença comum à raça Pug é a ceratoconjuntivite seca, uma doença ocular que provoca a produção anormal de lágrimas. Como as lágrimas são responsáveis pela lubrificação, transporte de nutrientes e controle de infecções dos olhos, esta doença pode provocar irritações crônicas da córnea e conjuntiva, úlceras de córnea e pode até levar à cegueira.

A ceratoconjuntivite seca pode ser identificada quando o Pug coça os olhos demonstrando desconforto, além de sinais visíveis de irritação ocular. Ela pode atingir os dois olhos, mas em geral é identificada primeiramente em apenas um dos olhos. Se o seu cachorro apresentar quaisquer destes sinais, ele deve ser levado ao médico veterinário.

Donos de Pugs devem também estar muito atentos ao peso de seus cães, uma vez que a raça apresenta propensão à obesidade. Doenças dermatológicas também são comuns na raça devido à presença de dobras na pele.

O Pug pode apresentar também problemas respiratórios, graças ao focinho curto. Donos fumantes sempre devem evitar fumar perto de seus animais e isto é especialmente importante aos donos de Pugs. Cachorros dessa raça também inspiram maiores cuidados no verão e em casos de cirurgias, o veterinário deve escolher anestesias mais seguras.

 

Adquirindo um Pug

pug filhote

Infelizmente, no Brasil encontramos um grande número dos chamados Pugs atípicos, que são os cachorros da raça que apresentam desvios comportamentais, físicos e até mesmo de saúde. Pugs atípicos podem, por exemplo, apresentar maiores problemas respiratórios, oculares, articulares, doenças de pele e até convulsões. Isto ocorre graças à popularidade da raça, o que faz com que existam pessoas explorando comercialmente a criação de cachorros sem qualquer preocupação e seriedade, apenas pensando no lucro da venda de filhotes de Pug.

A criação de Pugs, assim como a criação de qualquer outra raça de cachorro ou gato exige conhecimento. Não basta apenas ter dois cães da raça para o cruzamento, é preciso conhecer a fundo a saúde e o temperamento, além da linhagem dos cães que serão acasalados para minimizar os desvios comportamentais e as doenças comuns à raça. Portanto, não coloque seu Pug para cruzar sem qualquer conhecimento e não compre seu cachorro sem conhecer o trabalho do criador. Fuja das fábricas de filhotes, pois além de financiar o sofrimento e a morte de inúmeros animais, você muito provavelmente estaria adquirindo um Pug atípico e com problemas temperamentais e físicos.

O Pug é o cão ideal para você? Se a resposta for positiva, que tal antes de comprar procurar um Pug disponível para adoção? Muitos Pug são abandonados por serem comprados por impulso e precisam de um lar.

Aline Ailetos

Blog | Twitter | Facebook | Google+

Introvertida, observadora, bióloga de formação. Apaixonada pelos bichos de estimação e sensibilizada pela causa animal. Defensora da guarda responsável de animais domésticos.

© Meu dono é o bicho - Todos os direitos reservados.
Não é permitida a cópia parcial ou total deste texto. Plágio é crime previsto pela Lei nº 9610/08.

28 Comentários

  1. 4 de Março de 2013 às 11:33 am
    Cacilda

    Ola Aline, cheguei ao seu cantinho pelo google. Dia 12 de janeiro peguei um gato na rua de onde moro.Fiquei com dó do bichano , ele ficava dia e noite fazendo festinha em tds q passavam por ele.
    Uns faziam carinho, outros chutavam, não aguentei ver o bichano sofrendo e levei p o meu apto, ja foi ao veterinario, tomou banho, vacinas e remedios p vermes.
    Descobri que sou alergica a pelo de gatos, liguei p o veterinario e ele comprou um produto pela internet que passa no pelo do gato e ajuda na minha alergia.
    Nunca passou pela minha cabeça ter um gato, eu explico, tenho um periquito tuim que criei dando papinha com seringa, o ninho caiu de uma arvore e um amigo q achou o ninho me deu esse e ficou com o outro.
    17 anos comigo…….amo todos animais ..e nao gosto de ver nenhum animal sendo maltratado.
    Tentei arrumar um lar p esse bichano, mas só dou se eu tiver a certeza q ele vai ser bem cuidado, ja apareceu muitas pessoas dizendo querer, mas o gato nem gostou dessas pessoas..
    Ele tem 3 anos, é carinhoso , não gosta de colinho, mas a maneira dele é muito carinhoso.
    Tento manter o periquito longe dele, e ja vai p 2 meses que está comigo, sei q nao posso salvar todos animais abandonados, mas 1 que peguei ja é uma gotinha a mais no oceano
    Amei seu cantinho virtual, pq vc fala sobre animais sem descreminação, pq quem ama animais ama todos, temos preferencia por um animal , eu adoro cachorro, mas como ja estou na terceira idade um cachorro me daria mais trabalho por ter que sair com ele p passear.
    O gato tb dá trabalho, levo ele de 15 em 15 dias p cortar a unha no veterinario, sou totalmente leiga sobre gatos, mas estou aprendendo muito com esse felino.
    Otima semana…
    Bjs
    Cacilda

    • 4 de Março de 2013 às 9:21 pm
      Aline Ailetos

      Olá Cacilda,

      Muito obrigada por compartilhar esta sua experiência. É sempre muito bom saber de mais um gato que foi resgatado das ruas, do abandono e dos maus tratos.

      Os gatos são animais maravilhosos, eu também sempre tive cachorros e me apaixonei por gatos também quando adotei os meus. Eles dão sim trabalho, mesmo este sendo menor que o trabalho que os cachorros dão. Por isso escrevi uma série de dicas de cuidados para gatos que você pode encontrar no link: http://www.meudonoeobicho.com.br/blog/dicas-de-cuidados-para-gatos.

      Muita saúde para você e para este gato que, ao que parece, escolheu você como dona!

      Ótima semana, bjs.

  2. 25 de Abril de 2013 às 5:43 pm
    Maíra

    Oi Aline, eu comentei em uns dos seus posts antigos sobre gatos e suas manias, gostei muito… parabéns

  3. 26 de Abril de 2013 às 3:29 pm
    Aline Ailetos

    Oi Maíra,
    Eu vi seu comentário lá. Já está respondido, obrigada!

  4. 8 de Julho de 2013 às 1:25 pm
    Elias

    OI BOA ATRDE!

    Eu gostaria de saber qual o peso normal de um pug de 2 meses?

    • 8 de Julho de 2013 às 2:52 pm
      Aline Ailetos

      Boa tarde Elias,

      Vou ficar te devendo essa informação! Acredito que o veterinário possa responder essa sua dúvida.

  5. 31 de Julho de 2013 às 2:00 am
    Carla

    Olá Aline!
    Gostei muito da sua matéria, e no final me interessei pelo seu comentário sobre procurar um para adotar.
    Estou à procura de um pug para adotar e está dificil,sou de Campinas-SP.
    Você sabe me informar onde posso procurar pugs para adoção?
    Obrigada!

    • 31 de Julho de 2013 às 3:45 pm
      Aline Ailetos

      Oi Carla,

      Teria que entrar em contato com abrigos e protetores de animais da sua cidade para ver se eles têm um pug para doar ou para deixar avisado que caso apareça um que você quer adotar.

  6. 4 de Agosto de 2013 às 12:40 pm
    aline

    Boa tarde Aline,
    Quero te dizer que achei muito legal essa matéria sobre pugs.Tenho um pug chamado Elvis que está aqui no meu colo tirando um cochilo enquanto leio !Pugs são os pets perfeitos!!! A melhor escolha que eu já fiz em minha vida!
    Grande abraço!

    • 6 de Agosto de 2013 às 5:33 pm
      Aline Ailetos

      Boa tarde Aline,

      Obrigada pelo comentário. É muito legal receber estes testemunhos dos donos de cachorros de raça, como você fez sobre o seu Pug!

      Abraços!

    • 29 de Dezembro de 2013 às 11:28 pm
      chistina patella

      qual é o peso de um pug aduto

  7. 3 de Setembro de 2013 às 6:45 pm
    Laíza

    oi gostaria muito mesmo de adotar uma filhote femea de pug mais não acho. é um sonho. por favor se souber entre em contato urgente.
    obrigada.

  8. 6 de Setembro de 2013 às 6:38 pm
    Cássia

    Boa noite, Aline
    Meu esposo gostaria muito de adotar um pug.
    Estamos procurando, caso você tenha conhecimento de alguém que queira doar por favor nos indique.
    Amei seus depoimentos e indicações sobre a raça.
    E se encaixa no perfil que procuramos.
    Abraços
    Cássia

  9. 7 de Setembro de 2013 às 11:50 am
    Catia

    Eu comprei um pug, paguei 1500,00. a vista. Foi o dinheiro mais bem gasto da minha vida.

    Ele é companheiro demais…..

  10. 5 de Outubro de 2013 às 11:11 am
    Eloisa Valério

    Tenho interesse de adotar um filhote de Pug, já ouvi falar muito sobre a raça, disse que são muito companheiros e carinhosos, não tenho condiçoes para comprar um, então se souber de alguém que queira doar.. Eu aceito com todo carinho :)

  11. 17 de Outubro de 2013 às 12:06 am
    Edson

    Teria algum filhote para doação ?
    Aguardo amo cachorros e meus filhos também .

  12. 22 de Outubro de 2013 às 2:38 pm
    sabrina

    Pug para adoção? Onde?

  13. 4 de Novembro de 2013 às 8:49 am
    Vanessa

    Kkkkkkkkk essa foi boa PUG p doacao, filhote entao… Será q vcs nao teriam uma ferrari p me doar??? Amo ferraris e meus filhos tb, cuidaremos c todo carinho… Aff kkkkkkkkk

    • 4 de Novembro de 2013 às 10:02 am
      Aline Ailetos

      Vanessa,

      Seu comentário exemplifica o pensamento de muitas pessoas com relação aos animais de raça: são objetos caros e que oferecem status a quem os possui. E por isso muitos cães de raça são abandonados quando as pessoas percebem que são na verdade seres vivos, que dão trabalho, gastos, que adoecem, que precisam de atenção.

      É claro que dificilmente os interessados encontrarão filhotes para adoção, mas poderão encontrar animais idosos, ou doentes, ou adultos jovens que cresceram e perderam a graça. E encontrarão também muitos interessados nestes animais, mais do que em filhotes de SRDs e, principalmente, se não forem castrados.

      Obrigada pelo seu comentário.

  14. 25 de Novembro de 2013 às 2:01 pm
    solania

    boa tarde,sou apaixonada pela raça pug e fiquei triste em saber que existe pessoas que adquire por impulso pois é pura irresponsabilidade.Li tambem que essas pessoas os põe para adoção.Moro em Natal RN, e gostaria muito de adotar um companheiro pug que precise de um lar.

  15. 8 de Dezembro de 2013 às 5:40 pm
    luiza

    Olá, eu gostaria de comprar uma pug adulta para minha mãe, a dela morreu e ela tem vontade de ter outra. Sabe onde posso encontrar?

  16. 4 de Outubro de 2016 às 11:58 pm
    Rafael Santos

    Onde adoto um Pug?

    Att

  17. 15 de Outubro de 2016 às 2:02 pm
    Alanna

    Olá gostaria de comprar um pug e tenho muito medo do problema de saúde dele , gostaria de saber se devo optar por ele ou outra raça pq é uma vida e temos que ter conciência da raça que está escolhendo
    Obrigada

  18. 16 de Outubro de 2016 às 11:15 pm
    Joao pedro Fabricio mendes

    Gostaria de saber como ´posso adotar um pug

  19. 17 de Outubro de 2016 às 2:26 pm
    Vera guerra

    Se alguém souber de um pug bebé para adoptar por favor digam me se faz favor…vai ser bom ter esse docinho e para os meus filhos também. .atenciosamente

  20. 29 de Novembro de 2016 às 9:04 am
    Maria Lucia

    Olá Aline,
    Então adquirir um Pug há um mês, estou apaixonada, na verdade adquiri para meu filho, mas sou eu quem cuida do danadinho…não sai do meu pé, literalmente falando. Durante o dia tenho que dedicar um tempo para ele, já se tornou rotina, tenho que alimentar, brincar, fazer carinho, eles não muito exigentes de atenção. Para aqueles que querem criar um animal, tem que ter tempo disponível para cuidar do mesmo, afinal todo bichinho precisa de amor e cuidados.

  21. 3 de Dezembro de 2016 às 8:23 am
    Fábiana

    Olá eu amo de verdade essa raça pug moro em São Paulo que mas não tenho condições de para comprar um sei q e o difícil da um porém não custa cara mas meu sonho sempre foi ter um por favor caso uma pessoa boa quera me dá meu número é 94953904 vou busca

  22. 3 de Dezembro de 2016 às 8:26 am
    Fábiana

    Olá eu amo de verdade essa raça pug moro em São Paulo mas não tenho condições de comprar um sei q e o difícil da um porém custa cara mas meu sonho sempre foi ter um por favor caso uma pessoa boa quera me dá meu número é 94953904 vou busca

Deixar um comentário a Elias

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados por *

*
*