Que bom que os protetores de animais existem Categoria: Protetores | 23 de Setembro de 2011 | Por: Aline Ailetos 0

Meus três gatos foram adotados por intermédio de protetores de animais. Estas pessoas, quando são sérias, resgatam os animais das ruas, prestam os primeiros cuidados, levando-os ao veterinário, livrando-os de vermes, pulgas e carrapatos, chegando até a vacinar e a castrar estes animais resgatados. Estas pessoas são como você e como eu, mas que dispõem voluntariamente do seu tempo e do seu dinheiro para cuidar dos animais que muitas outras pessoas abandonam.

Já ouvi muita gente dizer que protetor de animais enxuga gelo, pois enquanto um animal é resgatado, inúmeros outros nascem nas ruas ou são abandonados por seus supostos donos. Sempre que eu ouço ou penso neste comentário eu imagino os protetores enxugando uma grande geleira que ao derreter ameaça as regiões costeiras. Eu os vejo na tentativa de, além de minimizar o sofrimento dos animais, contornar um problema social muito sério e que não atinge apenas os bichos. Animais sem cuidados, podem carregar diversas zoonoses, doenças que são transmitidas deles aos seres humanos.

Crédito: Individuo

Pode ser que o esforço de um protetor quando considerado isoladamente pareça pouco perto da dimensão do problema. Porém, ao somar os esforços de todos os protetores, o impacto social positivo é muito grande e muitos animais deixam de sofrer e de adoecer nas ruas.

E se não bastasse este bem ao coletivo que os protetores de animais fazem, eles proporcionam uma grande alegria às pessoas que tem a possibilidade de adotar os animais que foram recolhidos por eles. Se estas pessoas não existissem, eu nunca encontraria os meus gatos, estes bichos que eu tanto amo. Se não existissem, o que seria deles, o que seria de mim! E este site nem existiria. Assim, nunca deixarei de ser grata e de expressar a minha grande admiração por estas pessoas.

Aline Ailetos

Blog | Twitter | Facebook | Google+

Introvertida, observadora, bióloga de formação. Apaixonada pelos bichos de estimação e sensibilizada pela causa animal. Defensora da guarda responsável de animais domésticos.

© Meu dono é o bicho - Todos os direitos reservados.
Não é permitida a cópia parcial ou total deste texto. Plágio é crime previsto pela Lei nº 9610/08.

Comentar

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados por *

*
*