Você quer mesmo ter um animal de estimação? Categoria: Cuidados | 25 de Janeiro de 2012 | Por: Aline Ailetos 6

A aquisição compulsiva de gatos e cachorros filhotes contribui em muito para o abandono. É preciso antes de tudo considerar que animais de estimação dão trabalho, ficam doentes, precisam de veterinário e, com isso, custam dinheiro.

Uma das maiores causas do abandono é a aquisição compulsiva de um animal de estimação. É muito difícil resistir quando vemos um filhote lindo e fofo, mas não podemos nos esquecer nunca de que ele é um ser vivo, que crescerá, que será dependente de nós por vários anos, que além das alegrias dará trabalho e que gerará gastos muitas vezes inesperados. Apesar de querer o bicho, você está preparado emocional e financeiramente? Para ajudar em uma possível decisão sua contarei brevemente uma história acontecida nos últimos meses.

Aqueles filhotes fofinhos…

Crescem…

   

Como já relatei aqui anteriormente, o meu cachorro Otto teve em agosto do ano passado erliquiose, conhecida também como doença do carrapato. Após o tratamento, foi feito exame de sangue e através dele foi constatado que ele estava totalmente recuperado. Em dezembro, ele começou a apresentar sinais de apatia e falta de apetite. Demoramos um pouco para acreditar que ele estava novamente doente e, posteriormente, o veterinário demorou um pouco para acreditar em uma recidiva da erliquiose. E, no entanto era, só que desta vez bem mais severa. O Otto chegou a ser desenganado pelo veterinário de tão mal que ficou, porém não desistimos e partimos para a luta.

Foram momentos difíceis e em uma época bastante inoportuna. O Otto ficou bastante tempo sem se alimentar sozinho, tínhamos que sustentar um animal de pouco mais de 20 quilos com alimentos pastosos administrados com o auxílio de uma seringa. Dávamos remédios várias vezes ao dia, todos os dias. Gastamos muito dinheiro entre consulta, exame, remédios e alimentação. E tudo isso em dezembro, com natal, ano novo e viagem para visitar a família a vista. No entanto, como queríamos que ele se recuperasse, mudamos nossos planos e não ficamos mais do que um dia fora de casa.

O esforço foi recompensado, pois hoje ele está ótimo. Contudo, nunca estaremos livres do parasita e a qualquer baixa de imunidade dele a doença pode voltar. Estamos tentando evitar que isso ocorra investindo na alimentação, mas sempre teremos que estar prontos para corrermos ao veterinário e iniciarmos novamente o tratamento. E teremos que estar preparados também para o caso de um dia ele não vencer a batalha. Espero que esta seja a última vez que ele tenha esta doença, mas se não for, com certeza faremos tudo novamente.

Quando vemos um filhote, apesar de não o fazermos, temos que ter em mente que ele pode nos dar mais gastos e trabalho do que o usual. E temos que nos comprometer completamente com esta vida. Jamais poderemos recusar tratamento quando necessário ou virar as costas quando nos cansarmos do trabalho. Ter um bicho é antes de tudo ter responsabilidades. E aí, vai encarar?

 

Antes de ter um bicho, leia também:

Aline Ailetos

Blog | Twitter | Facebook | Google+

Introvertida, observadora, bióloga de formação. Apaixonada pelos bichos de estimação e sensibilizada pela causa animal. Defensora da guarda responsável de animais domésticos.

© Meu dono é o bicho - Todos os direitos reservados.
Não é permitida a cópia parcial ou total deste texto. Plágio é crime previsto pela Lei nº 9610/08.

6 Comentários

  1. 13 de Dezembro de 2012 às 6:39 pm
    Magali Ap.Z.Bussola

    Boa Noite

    Meu nome é Magali, gostaria de saber como posso adotar um cachorro da raça yorksire ou maltes filhote femea.

    Obrigada: espero resposta por E-Mail.

    • 13 de Dezembro de 2012 às 7:08 pm
      Magali Ap.Z.Bussola

      estou esperando,com com carinho.

      Magali

      • 15 de Dezembro de 2012 às 3:58 pm
        Aline Ailetos

        Olá Magali,

        Acredito não ser tão fácil encontrar um filhote destas raças para adoção. Geralmente animais já adultos são abandonados e colocados para adoção. Entre em contato com abrigos e protetores de animais da sua cidade.

  2. 31 de Julho de 2013 às 6:36 pm
    Monique

    Eu queria saber como faço para adotar um cachorro ?
    Obrigada!

  3. 5 de Dezembro de 2013 às 9:22 pm
    Daiane

    Olá, gostaria de adotar um filhote de labrador, pois adoro essa raça. Obrigada!!!

  4. 5 de Dezembro de 2013 às 9:42 pm
    arine

    adoro labradores

Comentar

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados por *

*
*